Publinota

Controle de umidade garante a eficácia dos medicamentos

 

A produção e comercialização de medicamentos seguem em ascensão no Brasil, mesmo em meio à crise. O último Anuário Estatístico do Mercado Farmacêutico realizado pela ANVISA – Agência Nacional de Vigilância Sanitária revelou um faturamento de R$ 63,5 bilhões com a venda de remédios em 2016. O país ocupa o 8º lugar no ranking farmacêutico mundial e a estimativa é que em 2021 já seja o 5º do mercado.

 

Para manter o nível de produção e faturamento, é necessário cumprir uma série de exigências nacionais. Leis, portarias e regulamentações regem cada uma das fases, desde as pesquisas até os testes que comprovam sua segurança e eficácia. Os rígidos padrões na produção, estocagem e distribuição de remédios envolvem o controle de umidade.

Determinada pela ANVISA, a RDC nº17 de 16 de outubro de 2010 estabelece que além de iluminação, temperatura e ventilação, a umidade deve estar no nível apropriado para não afetar direta ou indiretamente a qualidade dos produtos. Existe até uma escala de valores de acordo com o medicamento que é produzido, em alguns casos a umidade relativa do ar não deve ultrapassar 20%.

Fora dos níveis ideais, ela é capaz de provocar manchas, alterações no formato, na cor de comprimidos e redução no volume de pomadas. Comprometer a integridade do produto e gerar problemas ao consumidor final está fora de questão quando o assunto é manter as Boas Práticas de Fabricação (BPF).

 

Além disso, a umidade em excesso desencadeia a ação de fungos, que também são responsáveis pela alteração da estrutura química dos remédios e pela proliferação de várias doenças.

Para evitar que esses efeitos nocivos atinjam os medicamentos produzidos pela Indústria Farmacêutica, é preciso conceber e estruturar laboratórios que contem com uma tecnologia capaz de controlar a temperatura e principalmente a umidade do ar. O desumidificador de ar Desidrat é um grande aliado nesses momentos. Ideal para as áreas de produção e armazenamento, o uso do desumidificador de ar é eficaz, evita prejuízos financeiros para indústria e garante a qualidade do medicamento da produção à armazenagem.

 

Nosso cliente, a IMCD, líder em distribuição de especialidades químicas no Brasil, abrange diversos segmentos como o farma e o de cosméticos. Guilherme Marsi, responsável pela garantia de qualidade da matéria-prima atesta que o desumidificador é essencial para o controle da qualidade do produto e que faz toda a diferença. Confira o depoimento completo em (https://www.youtube.com/watch?v=r6K1K-9Xeww). Quer saber mais dos benefícios que o desumidificador de ar pode trazer? Acesse: https://www.thermomatic.com.br/aplicacoes/desumidificadores-para-industria-farmaceutica.html

 

___________________________________________________________________________________

 

Desumidificadores dessecantes da Thermomatic chegam ao mercado brasileiro

 Pioneira em controle de umidade no Brasil, a Thermomatic lança agora os novos desumidificadores dessecantes. Os equipamentos são produzidos com elevado grau de tecnologia e desenvolvidos para atender um nicho de mercado com necessidades especiais. Como característica própria, o dessecante Thermomatic foi desenvolvido para trabalhar com eficiência em áreas que exijam baixa umidade. O equipamento trabalha, normalmente, mesmo com temperaturas acima de 35°C e inferiores a 5°C, ou seja, foi projetado para situações extremas.

Os sistemas dos desumidificadores dessecantes da Thermomatic removem a umidade do ar usando o princípio de adsorção, por meio de um rotor dessecativo que é construído com material corrugado, um componente que facilmente atrai e retém o vapor de água. O ar que deverá ser tratado passa pelas fissuras do rotor, encontrando o material dessecante. Esse fluxo de ar admitido na entrada do processo realiza a troca da carga úmida para o rotor dessecativo. O ar torna-se seco, uma vez que passa pelo rotor, e ele, carregado com a umidade retirada do ar processado, gira lentamente para uma segunda corrente de ar menor, que foi aquecida, com o objetivo de dissipar a umidade retida.

 

Os desumidificadores vêm para atender principalmente às necessidades técnicas específicas de cada processo de fabricação da indústria, onde a umidade deve ser inferior a 40%. Um exemplo dessa aplicação é a Indústria Farmacêutica, onde todas as etapas, desde a produção até a armazenagem dos medicamentos, exigem controle de umidade para evitar que pomadas, ampolas e comprimidos esfarelem, quebrem ou percam a qualidade e tenham de ser descartados.

Agora o controle de umidade em diversas indústrias se tornou mais fácil com a chegada dos dessecantes Thermomatic. Modernos, eles garantem qualidade à produção e evitam prejuízo financeiro. Quer saber mais? Acesse: www.thermomatic.com.br.

EDIÇÕES VR DO BRASIL
Rua Acuti, 328 - sala 4 – (CEP 04810-160) – Cidade Dutra – São Paulo / SP – Brasil (55-11) 5505-7088 / (55-11) 5103-0423